Nossos direitos constitucionais

“[…] a educação, a alimentação, a saúde, a moradia, o lazer, a segurança, o trabalho, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância e a assistência aos desamparados” Constituição Federal de 1988

Creuza Queiroz et al. (2004)

“Qualidade de vida é uma expressão que vem se tornando corriqueira […] podendo representar felicidade, harmonia, saúde, prosperidade, morar bem, ganhar salário digno, ter amor e família, poder conciliar lazer e trabalho, ter liberdade de expressão, ter segurança”.

A MENINA DO VALE – BEL PESCE

“A paixão lhe dá coragem para sair de sua zona de conforto e desvendar terrenos desconhecidos” (PESCE, Bel, 2012, p. 59).

Canção da Rainha – Victoria Aveyard

“Os Calore são filhos do fogo, tão fortes e destrutivos quanto suas chamas. Mas Cal não será como os que vieram antes dele. O fogo pode destruir, pode matar, mas também pode criar. A floresta queimada no verão estará verde na primavera, melhor e mais forte do que antes. As chamas de Cal vão construir,…

Canção da Rainha – Victoria Aveyard

“Casei com um príncipe que um dia será rei. Geralmente é aqui que os contos de fada terminam. As histórias não vão muito além deste momento, e receio que exista uma boa razão para isso”

Eduardo Galeano

“A primeira condição para modificar a realidade consiste em conhecê-la”

Extraordinário – R. J. Palacio

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo” (R. J. Palacio – Extraordinário)

Muito mais que cinco minutos – Kéfera Buchmann

“Ser diferente não significa que a pessoa precise ofender os outros. É difícil, uma linha tênue, confesso. Mas aos poucos a gente acaba descobrindo o que nos torna especiais sem que isso machuque o outro. Uma hora a gente acerta!” (Kéfera Buchmann – Muito mais que cinco minutos)

Extraordinário – R. J. Palacio

“A grandeza não está em ser forte, mas no uso correto da força… Grande é aquele cuja força conquista mais corações… Grande é aquele cuja força conquista mais corações pela atração do seu próprio coração”. (R.J. Palacio, Extraordinário)